!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

16 de abril de 2009

Planeta Terror

Título Original: Planet Terror

País de Origem: EUA
Gênero: Terror
Ano de Lançamento: 2007
Diretor: Robert Rodriguez

A outra metade do projeto “Grindhouse” chama-se “Planeta Terror” que, dirigida por Robert Rodriguez, conta a história de um casal de médicos William (Josh Brolin) e Dakota Block (Marley Shelton) que é surpreendido no hospital por uma multidão de homens e mulheres, cheios de feridas e mutilações que vagam com um olhar perdido. Lutando contra eles está Cherry (Rose McGowan), uma dançarina de boate cuja perna foi decepada num ataque e no lugar uma metralhadora (nem adianta querer saber como ela consegue dar os tiros) foi implantada. Ela, acompanhada por El Wray (Freddy Rodríguez), vai liderar um exército de inválidos assassinos numa trama absurda envolvendo cientistas, o exército e uma espécie de gás tóxico.

O filme é no mínimo bizarro. Ele já começa tosco, parecendo mais um filme idiota sobre zumbis, exceto que não são zumbis de verdade, mas pessoas infectadas por um gás tóxico que o exército dos EUA utilizou nas campanhas no Oriente Médio e que por acaso, se alastra na cidadezinha onde o filme se passa, ou seja, dá pra notar que o roteiro serve unicamente como pretexto para uma coleção de personagens bizarros. Confesso que pensei duas vezes antes de continuar assistindo. Mas continuei e com o tempo o filme se mostrou mais “interessante”, na medida do possível, é claro. As ações foram tomando o lugar dos diálogos vagos e sem graça dando mais valor ao visual (cada vez mais trash) do que a qualquer lógica humanamente próxima do possível. A trama é boba? Sim, muito. E por isso mesmo aconselho aos que forem assistir que deixem de lado qualquer preconceito com o gênero e curtam a diversão em si, a tosquice do filme não está ali por acaso, mas para ser apreciada.

O terror e a ficção se misturam com humor nessa homenagem que traz tudo o que se espera de um filme do gênero: mulheres bonitas, atuações ruins, valentões, perna pra um lado e cabeça para o outro, cenas incrivelmente nojentas, tiros, explosões, e é na junção desses pequenos detalhes que Planeta Terror tira a sua força. Ambos os filmes são divertidos à sua maneira, e sem dúvida valem a pena gastar uma horinhas assistindo os dois. Ainda mais que esse, de quebra, vem com um bônus: uma ponta do Tarantino pagando de ator no papel de um militar muito mau e que termina, bom... pra saber como ele termina, só vendo.

“Planeta Terror” é sem dúvidas a parte mais trash da dobradinha, que propositalmente reúne dois filmes ‘vagabundos’ homenageando as grindhouses dos anos 70 que passavam sessões duplas de filmes do gênero, mas nem por isso é menos divertido, pelo contrário, dá até certo equilíbrio ao projeto, que de um lado mostra visão de quem só ouviu falar e teve ‘medo’ de arriscar uma coisa trash demais, mas obteve um resultado tão bom quanto. E do outro lado a visão de quem viveu aquela época e tem plena consciência do caminho que tinha que seguir para um resultado mais próximo daquela ‘realidade’. E não digo com isso que um ou outro diretor viveu ou não aquela época, essa foi só uma sensação que tive ao final dos filmes.

Cotação: 7,0

15 comentários:

Airton disse...

falaa
esse filme eh trash em hehe
oww sera q tem comu tu me add nu msn pra pergunta umas paradas do twitter????

abraço
airton_dias@hotmail.com

pedro tavares disse...

Grande Marcel! Planeta Terror é um filme para se assistir com espírito esportivo e já preparado pro banho de sangue né? Assisti no Festival do Rio e me diverti bastante.

abração!

ps: não quer fazer um banner desses ai pra mim pro C.O.R não? hehehehe

Museu do Cinema disse...

Gostei mais de À Prova de Morte do Tarantino, mas são dois bons filmes, claro que no segmento a que eles se assumiram, ou seja, filme B!

Marcel Gois disse...

Airton, já tá add! eu tenho entrado bem pouco no msn esses dias, mas quando me encontrar pode falar, ajudarei no que puder. abraço

Pedro, posso tentar. rsrs Manda um molde pro meu email, poder ser um que voce tenha feito, so pra eu saber o tamanho. e o filme do banner.

Cassiano, também gostei mais do Tarantino. Mas como você disse, os dois são realmente bons, dentro dos limites do gênero.

Vinícius P. disse...

Não sei se foi por causa da influência que o filme do Tarantino teve sobre o resultado final de "Grindhouse", mas gostei igualmente desse "Planeta Terror".

Robson Saldanha disse...

Olha Sayid... não tenho vontade de ver esse tipo de filme! hehehe

O Cara da Locadora disse...

Pois então, eu achei um filme excelente cumprindo exatamente o seu papel... Pena que eu não vi o outro, num tive acesso :(

abraços...

Airton disse...

opa

http://publicandobr.blogspot.com/2009/04/top-movies-publicando-parte-3.html

continuei o rankign

Xarão disse...

Gostei muito do filme!
E a foto do topo tá excelente! hehe

Pedro Henrique disse...

Os dois funcionam muito bem juntos, como já dito, mas prefiro Planeta Terror.

Marcel Gois disse...

Vinícius, eu gostei mais do Tarantino, mas a diferença foi pouca, os dois são bons. Eu me surpreendi pq nem achei q fosse gostar.

Robson, olha preconceito!! kkkkkkkk mas sério, vale a pena da uma conferida, cara. Foi uma iniciativa interessante a homenagem às grindhouses.

Cara da Locadora, pois eh, muitos não viram esperando pela estréia aqui, mas dps d três datas marcadas e nada de estreia eu desisti de esperar! :D Abraços

Airton, passarei lá daqui a pouco!

Xarão, valeu! =p

Pedro Henrique, concordo que juntos funcionam muito bem, mas prefiro o do Tarantino. xD

Rafael Moreira disse...

Eu adoro esse filme, uhu. Mesmo sendo trash ao extremo, adorei principalmente a direção de Rodriguez e o elenco formidável. Ah, é claro que não deixarei de ler sua resenha de "À Prova de Morte". Concordo contigo, O filme é no mínimo bizarro. rsrs, mas funciona justamente por isso. É claro que acho "À Prova de Morte" melhor... Abraço!

nitzombies disse...

Olá. Gostei do review. Não sou muito fã de Planeta Terror, apesar de trabalhar com assuntos que eu me interesso bastante.

É legal ver Josh Brolin, Tarantino e o "Sayid" atuando num mesmo filme!

Da dobradinha, prefiro Death Proof.

Abraço!

Wally disse...

Planeta Terror é um trash divertido e inspirado. Mas À Prova de Morte é cinema genial!

7.5 [***] e
8.5 [****]

Ciao!

Weiner disse...

Adoro este cinemão trash!
"Planeta Terror" é diversão garantida - embora não ultrapasse isso.
Nota: 6,5 (***)
Abraços!