!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

10 de abril de 2009

Cine News #2 | Piratas do Caribe, George Lucas e Napoleão Bonaparte, uma briga de Titãs.

Altos e baixas em Piratas do Caribe 4.

O desnecessário quarto filme da franquia Piratas do Caribe sofreu outra baixa essa semana. Gore Verbinski, responsável pela direção dos longas, não participará do novo projeto devido ao conflito de agendas, o diretor está a frente da adaptação do game Bioshock. Este é o segundo desfalque na franquia que já não conta mais com a Elizabeth Swann que conhecemos, Keira Knightley já disse mês passado que o filme foi uma experiência completamente fantástica e tomou uma parte muito grande e maravilhosa da vida dela, mas que preciso passar por isso novamente.

E com o 'altos' ali no título eu me refiro ao absurdo cachê do Johnny Depp nessa quarta produção. Especula-se que o intérprete do capitão Jack Sparrow receberá 'apenas' 32 milhões de euros (cerca de 103 milhões de reais, quase 43 milhões de dólares) uma verdadeira fortuna; pra se ter uma idéia, 4 das cinco produções indicadas ao Oscar esse ano teve orçamento inferior a esse cachê. "Milk - A Voz da Igualdade" e "Quem quer ser um Milionário" foram de US$ 15 milhões cada, "O Leitor" US$ 32 milhões e "Frost/Nixon" US$ 35 milhões. O cachê de Depp é o mais alto da história do entretenimento, posto que até então era do Tom Hanks por O Código Da Vinci (2006) e Anjos e Demônios (estréia em maio). Hanks recebeu cerca de £ 29 milhões. O quarto longa da série do Capitão Sparrow, ainda sem nome oficial, deve estrear em 2012.

(via CineClick)


Novo projeto de George Lucas tomando forma.

Red Tails é o nome do filme que conta a história de um grupo de jovens negros de Tuskegee, cidade no Alabama que, superando a barreira do racismo para formar uma unidade aérea durante a Segunda Guerra Mundial, se tornam os primeiros pilotos afro-americanos da história das Forças Armadas dos Estados Unidos. Essa semana Lucas anunciou que Bryan Cranston, Cuba Gooding Jr. e Terrence Howard se juntaram ao elenco, já composto pelos atores Nate Parker, David Oyelowo, Tristan Wilds, Method Man, Lee Tergesen, Ne-Yo, Elijah Kelley, Andre Royo e Jesse Williams. A faixa vermelha pintada nos aviões deu nome ao projeto que já existe há duas décadas mas só agora consegue avançar. O longa terá o estreante Anthony Hemingway na direção. Hemingway já dirigiu alguns episódios das séries ER, CSI: Nova York, The Wire, Heroes, True Blood entre outras. O orçamento de Red Tails está em torno de US$ 35 milhões.

(via tvi24)


Napoleão Bonaparte em "Betsy and the Emperor" X "Napoleon and Betsy".

"Betsy and the Emperor" fará um relato do relacionamento do imperador francês com uma jovem inglesa que ele conhece em seu exílio na ilha de Santa Helena. Enquanto "Napoleon and Betsy" conta a história de como Napoleão Bonaparte, em seus últimos dias de vida, fica amigo de uma jovem inglesa e a envolve em suas fantasias de retomar o poder na França. Qualquer semelhança não é mera coincidência e eu explico: a idéia de transformar o livro em filme é de 2004, quando o roteiro da Rebecca B. Kennedy foi primeiro prometido ao produtor Howard Rosenman e depois vendido para a Lionsgate. O título do filme seria "Monster of Longwood" e chegou a ter a Scarlett Johansson e Al Pacino na leitura do roteiro (provavelmente eles ficariam com os papeis principais). A Lionsgate começou a desenvolver um projeto concorrente, intitulado "Napoleon and Betsy" e ainda em 2004, o produtor do projeto original ("Betsy and the Emperor", no imdb ainda com o nome de "Monster of Longwood") afirmou ter solicitado judicialmente que o longa concorrente, baseado no roteiro de Kennedy, seja impedido de ser levado adiante. Que confusão!

Mas o que interessa mesmo é que o ator Al Pacino foi confirmado essa semana no papel de Napoleão Bonaparte na versão original ("Betsy and the Emperor") , que será dirigido por John Curran (Despertar de uma Paixão) e começa a ser rodado ainda neste ano. Pacino viverá o personagem histórico francês nos seus últimos cinco anos de vida, quando ele estava exilado na ilha de Santa Elena. O roteiro foi escrito por Brian Edgar inspirado no livro de Staton Rabin.

O filme concorrente ("Napoleon and Betsy") baseado na mesma história, será estrelado por Emma Watson (que substituiu a Scarlett Johansson) e já está em fase de pré-produção. Watson será Betsy Balcombe, uma jovem aristocrata presa na isolada ilha britânica de Santa Helena e que se apaixona por Napoleão, que passava ali seu exílio. Johansson ainda será a produtora do filme que tem roteiro e direção assinados Benjamin Ross. Emma Watson é conhecida pelo papel de Hermione Granger nos filmes "Harry Potter" e no momento, está concluindo sua participação no sexto filme da série, "Harry Potter e o Enigma do Príncipe".

Pois é, parece que a briga não deu resultado e os dois devem sair no próximo ano.

(via Folha Online e G1 Cinema)


Ralph Fiennes e Liam Neeson no remake de "Duelo de Titãs".

Liam Neeson (Batman Begins) e Ralph Fiennes (O Leitor) são as novas estrelas do elenco que irá integrar o remake do épico, realizado por Louis Leterrier (O Incrível Hulk), previsto para começar a ser rodado no final deste mês no Reino Unido. Nesson será Zeus, o mais poderoso deus grego enquanto que Fiennes está em conversações para vestir a personagem Hades, o irmão de Zeus que espera destroná-lo. O elenco conta ainda com Mads Mikkelsen (Quantum of Solace) que será Draco , Gemma Arterton (Quantum of Solace) na pele de Io, Alexa Daválos (Um Ato de Liberdade)como Andromeda e Sam Worthington (Morte Súbita) como Perseus. Este é o primeiro trabalho de Neeson desde a morte de sua mulher, Natasha Richardson, há três semanas.

(via Abril.com)

4 comentários:

jeff disse...

Gente, pra que mais um Piratas do Caribe?! Já não aguento mais! Vou pegar antipatia com a série igual peguei com Jogos Mortais. É enrolação demais. E se o Depp ganhar tudo isso, já pode se aposentar. PQP! É muita grana para fazer um filme. Queria ser ator de Hollywood... =/

No mais, o único projeto que me animou foi esse remake de Duelo de Titãs. E só pela dupla de protagonistas, gosto muito do Fiennes e do Neeson.

[]s!

Lucas disse...

Tudo bem Marcel e Breno?

Eu sou o Lucas, q participou do bolão do oscar mesmo sem ter um blog e q perguntou se teria crítica sobre “Planeta Terror”... Bem, vou esperar então “À Prova de Morte” ser lançado. Como dá pra ver, estou vencendo a timidez e comentando mais. Porém, já aviso q sou leigo em cinema e ainda estou aprendendo...

Então, eu NUNCA fui fã da franquia “Piratas do Caribe”, mas tenho minhas simpatias por ela, e acho ruim q a série “perca qualidade” com esse novo filme e vire, assim, mais uma franquia decadente e puramente comercial... Claro q nem dá pra tirar conclusão alguma agora, mas diante das notícias, a impressão q fica é q isso acontecerá... Espero estar enganado.

Sobre o “Red Tails”... Olha, eu disse em outro blog q sempre fico com o pé atrás com filmes na pegada de microcosmo pq acho q tais filmes possuem mensagens bacanas, mas q são mal desenvolvidas ficando, assim, manipulativos e forçados. Ok, Red Tails NÃO é um filme de microcosmo, eu sei. Porém, tb fiquei com o pé atrás com ele por esse mesmo motivo. Em geral, os recentes filmes americanos (de maior repercussão) q se propuseram a abordar algo relacionado a questão étnica fizeram uma discussão tão forçada, tão tendenciosa... Sinceramente, esse novo filme do George Lucas parece q vai pelo mesmo caminho. De qualquer forma, aquela frase de sempre continua válida: “só se pode tirar conclusões depois de conferir...”

Nooooossa... meu comentário ficou ENORME! Vou parar por aqui antes q vire um jornal... hahahaha...

Abraços!! Fica na paz!!

pedro disse...

Cara, que palhaçada esse Piratas do Caribe 4...

http://cinema-o-rama.blogspot.com

Vinícius P. disse...

Realmente é bem desnecessária essa nova continuação de "Piratas do Caribe". A série é divertida e tals, mas quando se chega a ter um cachê como esse, é porque já passou da hora de parar. E interessante essa "disputa" dos projetos semelhantes sobre Napoleão.