!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

27 de novembro de 2008

Oscar News #4 | It's all About Quality

Mariah Carey quer um Oscar, e há que diga que ela tem uma chance! Os produtores do indie "Tennessee", que conta com a presença da cantora que faz o papel de uma aspirante a... hm.. cantora, começaram a fazer campanha para conseguir uma indicação para a música "Right to Dream", e a propria Mariah já disse que mal pode esperar para se apresentar no palco do Oscar. Segundo ela a música foi feita da perspectiva de Krystal, personagem dela no filme, e "começa nos dizendo como ela começou, como ela deita na cama e se pergunta como chegou até ali". Ela diz ainda que "muitas pessoas passam por esse tipo de coisa". Bastou ela dizer isso para os maldosos de plantão alfinetar dizendo que ela escreveu a música numa manhã, deitada numa cama após a premiere de "Glitter" se perguntado se alguma dia alguém ainda deixaria aquela produção próximo a um roteiro! Ouch! Mas enfim, para quem quiser ouvir a música clica âe e fala o que achou.


*****


E por falar em campanha... enquanto o Vinícius faz a dele para o Blog de Ouro 2009, com uns FYC's bem caprichados (aqui e aqui), eu divulgo agora não os meus, mas alguns dos FYC's oficiais que já começaram a rolar por aí há algum tempo: (clique nas imagens para ver maior)

The Curious Case Of Benjamin Burton
In All Categories





Picture, Director, Adapted Screenplay, Actor, Actress,
Supporting Actor and Supporting Actres

Burn After Readging




The Reader
Picture, Director, Adapted Screenplay,
Supporting Actor and Supporting Actres.




Picture, Director, Adapted Screenplay, Actress,
Supporting Actor and Supporting Actres,
Original Score
Doubt




The Dark Knight
Picture, Director, Actor, Screenplay, Supporting Actor,
Supporting Actres e Original Score (Globo de Ouro).





Picture, Director, Original Screenplay, Actor,
Supporting Actor and Supporting Actres.
Milk



*****


Acho que nem é novidade para mais ninguém, mas pode render bons debates. A tal promessa de uma Oscar mais pop em 2009. Nos últimos anos, a Academia concentrou as indicações ao Oscar em filmes far away dos chamados blockbusters preferindo inclusive produções independentes que na maioria dos casos apresentam bilheterias insignificantes ou ficam restritos a um certo público mas conseguem um nível de qualidade muito acima da grande maioria dos filmes pipocas. Mas, ao que tudo indica, essa dinâmica está com os dias contados. Dizem que Hollywood pretende aproximar o Oscar da platéia, priorizando sucessos de bilheteria para disputar as estatuetas. Porém o que eu acho mesmo que aconteceu esse ano foi o seguinte, o nível desses filmes subiram. Claro que nunca dá para generalizar, mas é notável o excelente nível de "Batman - O cavaleiro das trevas", por exemplo, a Warner Bros vem promovendo a candidatura do filme que teve a,segunda maior bilheteria da história nos EUA, mais de US$ 500 milhões em arrecadação. O estúdio pretende emplacar na categoria melhor filme e melhor ator coadjuvante, para Heath Ledger, pelo menos.

Sem ficar no óbvio, além da Warner, a Paramout vem fazendo o mesmo com o seu equivalente. "Homem de Ferro" arrecadou mais de US$ 318 milhões nos EUA e vem recebendo campanha para melhor filme e ator, Robert Downey Jr., que deve ter mais chances em ator coadjuvante por "Trovão Tropical", outro sucesso de bilheteria. E sem contar a Disney, que ainda mais ousada, optou por investir na animação "Wall-E" (bilheteira de mais de US$ 223 milhões nos EUA) para competir à estatueta de melhor filme, lembrando que apenas uma animação conseguiu uma indicação na categoria, a excelente "A Bela e a Fera" em 1991.

Agora fala ae? Seria injustiça "Wall-E" indicado a Melhor Filme? Ou Heath Ledger e Robert Downey Jr. a Melhor Coadjuvante? Estão só é forçando a barra por que ninguém pode ver nada saindo do padrões, um pouco que seja, que já falam em grandes mudanças. Uma coisa é certa, a Academia é tradicional o suficiente para não deixar "Homen de Ferro" passar por cima de filmes como Doubt, Milk, The Curious Case of Benjamin, Australia, Revolutionay Road, Slumdog Millionaire, The Reader. No máximo veremos The Dark Knight entre os cinco, o que também não seria uma completa injustiça, devida à qualidade do filme. It's all about quality


*****


E por falar em qualidade, gostei muito desse novo pôster de "The Reader", adaptação feita por Stephen Daldry, do romance homônimo do alemão Bernhard Schlink.

13 comentários:

Wally disse...

Completíssimo post! Cheio de informações interessantes. E bom saber que este filme abaixo é bom, estava curioso quanto à ele.

Ciao!

Pedro Henrique disse...

Por mim Vicky Cristina Barcelona leva tudo no Oscar!!!

Abraço!

Kamila disse...

"Right to Dream" está nas minhas previsões para Canção Original no Oscar 2009.

Quanto à proximidade do Oscar com os filmes chamados blockbusters: acho que seria interessante, já que a premiação da Academia premiam filmes que estão longe do gosto popular. É necessário aproximar o prêmio mais do público, desde que seja, claro, reconhecendo obras de qualidade, independente de gênero e rótulos....

Bom final de semana!

Marcel Gois disse...

Wally, que bom que gostou. =D E vale muito a pena assistir Miss Pettigrew, é ótimo!

Pedro Henrique, nossa!! Gostou tanto assim?! =) Não vi ainda, mas verei essa semana sem falta! Só agora chegou por aqui. Abraço!

Kamila, pois eh, eu também concordo com uma proximidade do Oscar com os blockbusters, mas se merecerem claro, como você mesmo disse, reconhecendo obras de qualidade independente dos rótulos. Bom Final de Semana!

Vinícius P. disse...

Valeu por me linkar, hehehe. Dos FYC's para o Globo de Ouro, acho que meu favorito é o de The Dark Knight (essa campanha de trilha sonora é para esse prêmio, já que o Golden Globe não tem a mesma regra do Oscar). Achei a música da Mariah beeeeeem fraca, acho complicado ela vencer um Oscar com isso =) Belo post!

Sérgio Déda disse...

Legal isso... vou lançar minha campanha depois hehehe

flws

Marcel Gois disse...

Vinícius, é verdade, só agora que eu vi que no FYC de TDK tem lá especificado "Drama". Valeu pela observação. =D E também não gostei da música da Mariah.

Serginho, essa campanha aê não é minha não, é a oficial para as premiações dessa temporada, mas quero ver sua campanha dps! Flws

Matheus Pannebecker disse...

Não acho que o "Burn After Reading" tenha muitas chances no Oscar. O filme é bem comum... A minha torcida fica com "Doubt", o filme que mais espero dentre os prometidos na premiação.

Xarão disse...

Hoje vou ver "Burn After Readging", tô curioso, mas já acho que não vou gostar.

Hugo Bessa disse...

Eu estarei na torcida por Doubt e Meryl Streep. Tudo o que tem a dama do cinema vale a pena, e eu torço. rs

Marcel Gois disse...

Matheus, também não acho que vai ter muitas chances não, e como você minha maior torcida é por Doubt. Afinal, tem meus dois atores preferidos juntos: Meryl e Philip.

Xarão, depois fala ae se gostou ou não. Apesar de não achar que ele tem muitas chances, eu gostei muito do filme, mais do que achei que ia gostar.

Hugo Bessa, assino em baixo! Qualquer coisa com ela vale a pena e eu tb torço muito! rs

Xarão disse...

Não gostei de Burn After Readging, dá sono, é estéticamente perfeitinho demais, os personagens nem são tão complexos assim, são absurdamente normais e é um filme que convoca para uma soneca na primeira meia hora. O destaque vai para o elenco, realmente bons, mas não salva o filme. Affe.

Marcel Gois disse...

Ah, Xarão, eu não achei sonolento. O filme até que tem um ritmo meio frenético. É realmente simples mas eu acho que a simplicidade do filme e dos próprios personagens ficaram justamente por conta de tamanha seriedade do filme anterior dos Coens. Essa foi a primeira comédia deles que eu vi e não me decepcionou. Não é marcante, mas achei longe de ser chato. =)