!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

27 de dezembro de 2008

Season Premieres #11 | The Pie Maker's Adventures

A modern fairy tale about life. Death. And life again


Pushing Daisies: essa é a única série que ainda não falei aqui no blog, isso das que já retornaram para a nova temporada, claro, porque ainda falta Lost (que volta dia 21.01) e Damages (que volta dia 07.01) retornarem! Mas enfim, essa é infelizmente e injustamente a última temporada, resolvi dedicar um post especial só dela, afinal de contas ela merece! E além disso esta segunda temporada está me agradando mais do que a primeira. Já foram exibidos 10 episódios e depois de exibido o 10º, a série entrou no ‘hiatus’ de fim de ano e deve voltar em fevereiro para os 3 últimos episódios da série. Farei algumas considerações rápidas de cada episódio que eu já assisti:

S02E01 – “Bzzzzzzz”, foi o episódio das abelhas, contou com a participação da Autumn Reeser (Taylor de The O.C.). eles resolveram o caso de um assassinato de uma mulher que trabalhava em uma companhia que fazia produtos de beleza com mel. Depois das revelações no último episódio da primeira temporada, Chuck e Ned seguem com a mesma rotina aparentemente normal e enquanto isso, Lilly e Vivian estão mais perto de descobrirem a verdade sobre Chuck, já que finalmente saíram de casa. (****/A-)


S02E02 – “Circus Circus”, foi o episódio da garota que fugiu de casa com o circo, na verdade fugiu com o namorado, mas o namorado era do circo, então dá no mesmo! Foi o episódio do primeiro contato da Chuck com a Vivian depois da morte da Chuck, porém a Vivian apenas ouvia a voz dela, que estava irreconhecível. Em meio a tudo isso já aparecia cenas da Olive no convento, o que rendeu uma das melhores partes do episódio, ela desabafando com seu bichinho de estimação, Pigby, um porco! (****/B+)


S02E03 – Em “Bad Habits”, Chuck agora está agora morando no apartamento da Olive e ela, Ned e Emerson partem para o convento onde a Olive está para desvendar o assassinato de uma freira e Ned acaba descobrindo algo mais do que apenas que o assassinato. Melhor cena? Justamente essa, o Ned tentando adivinhar o segredo que a Olive esconde foi a melhor de todas! Mas a cena em que a Lily está conversando com a Olive no convento também foi ótima. (**** /A-)


S02E04 – “Frescorts” tem a Olive de volta ao apartamento dela, agora dividido com Chuck e é centrado na história do Emerson, que tem uma filha desaparecida, que continua desaparecida ao final do episodio, mas em troca ele ganha uma visita da sua mãe, que também é detetive. O episódio conta com a participação do David Arquette (marido da Courteney “Mônica” Cox) e da sobrinha da Nikki/Jéssica/Tracy em Heroes, aquela garota que aprende rápido tudo que vê. E a melhor cena foi Chuck e Olive se inscrevendo para participar de uma “rent-a-friend agency”, uma espécie de agência de “personal amigo”, é onde eles fazem a investigação da vez. (****/B+)


S02E05 – “Dim Sum Lose Some” o caso da vez é o assassinato do dono de um restaurante que fica embaixo do escritório do Emerson. Mas esse episódio serviu mesmo para acrescentar Dwight Dixon à historia, ele tem função mais ou menos importante (na verdade só se revela importante mesmo no ep 08). E além disso nesse episódio tem a primeira aparição dos irmãos gêmeos do Ned. Mesmo com alguns fatos importantes, o saldo final do episódio não é tão bom. Acho que até agora foi o mais fraco. (***/C+)


S02E06 – Em “Oh Oh Oh... It’s Magic” os irmãos do Ned estão envolvido na investigação, pois o assassinado da vez foi o de um mágico que criou eles. Nesse episódio Vivian fica perto de descobrir que Lily é a mãe de Chuck, graças ao Dwight Dixon. Melhor cena? Bom, aqui tivemos duas melhores cenas, a primeira foi a cena das tentativas da Chuck tentando fazer com que Lily dissesse que é a mãe dela. A segunda foi a cena final, com a Chuck conversando com a Lily através da Olive. (****/B+)


S02E07 – “Robing Hood”, nesse episódio o caso de assassinato envolvia uma espécie de Robing Hood moderno, e como um assassinado foi um milionário, a suspeita é de que ele tenha feito isso para usar o dinheiro do velho para ajudar quem precisa. Enquanto isso Dwight se aproxima cada vez mais da Vivian, aumentando a preocupação da Lily. E a preocupação logo toma conta de Ned e Olive quando eles descobrem que o Dwight já sabe que a Chuck está viva! Não sei se a melhor, mas uma das melhores cena foi a Olive se passando por rica para por em ação o plano deles. (***/B-)


S02E08 – Em “Comfort Food” Olive decide participar de um concurso de comidas e arrasta o Ned junto. É lá que acontece o caso de assassinato, quando matam um chef para roubar a sua receita secreta. Ainda no episódio Ned traz o pai de Chuck de volta à vida e ela num ato impensado usa Ned, acaba contornando a situação e mantendo o pai vivo, sem que Ned saiba. Mas para isso alguém teve que morrer e quem será que morre? Bom isso descobre que assistir o episódio, que até agora foi o melhor de todos. A interação da Pie Hole com a concorrência sempre rende ótimos episódio, foi assim também na temporada passada. Mas enfim, a melhor cena sem dúvida foi a Olive cantando "Eternal Flame"! (*****/ A+)

Uma curiosidade desse episódio é que a Beth Grant reprisou o seu papel como Marianne Marie da série "Wonderfalls" (também do Bryan Fuller e com o Lee Pace no elenco).


Eternal Flame by Kristin Chenoweth in "Comfort Food"



O episódio 9, "The Legend of Merle McQuoddy", eu ainda não vi. O Paul Torrent já me entregou mas ainda não tive tempo de ver, assim como o episódio 10, "The Norwegians". Mas breve assistirei e comento quando for falar do finale da série. Que infelizmente é finale mesmo, muita injustiça cancelar uma série do nível de Pushing Daisies. Pelo menor já foi confirmado que teremos um final digno. Como o cancelamento não era esperado e Bryan Fuller não tinha encerrado a história no episódio 2x13 (o último), logo começou a correr o boato de que iria sair um longa com um final digno além da continuação da história em quadrinhos. Mas até agora nada foi confirmado, exceto o fato de que o último episódio terá o começo e o final regravado. Vamos combinar que depois de duas temporada tão bem feitinhas (tudo bem que a segunda não acabou ainda, mas está indo muito bem, so...) o mínimo que eles poderiam fazer era terminar de maneira satisfatória! E só pra encerrar, eu adoro a fotografia e a direção de arte dessa série! É excelente!

9 comentários:

Kamila disse...

Ainda não assisti a nenhum episódio da segunda temporada de "Pushing Daisies", mas fiquei tristíssima com o cancelamento do programa.

Sérgio Déda disse...

Nunca assisti este seriado...

Vinícius disse...

Ah, que curioso, também vi até o oitavo dessa temporada. Esse segundo ano começou um tanto morno, mantendo a qualidade, claro, mas não tão bom quanto o primeiro ano. Mas tudo foi melhorando e "Comford Food" é um dos melhores episódios do ano. O que foi Chenoweth cantando "Eternal Flame"? Maravilhoso! Muito triste com o cancelamento de "Pushing Daisies", a série não merecia. Abraço!

Minhas notas ficariam assim:

2x01 B-; 2x02 B+; 2x03 B+; 2x04 B-
2x05 C+; 2x06 B+; 2x07 C+; 2x08 A+

Hugo Bessa disse...

Pushing Daisies é um clássico, pelo cuidado, pela qualidade, pela história, pelas interpretações... É o cancelamento mais injusto que já vi. Uma pena o público não ter comprado essa fantástica idéia. Quem continuou acompanhando, com certeza não se arrependeu. Agora é esperar o final, e tomara que seja como Pushing Daisies merece. Digno!

Marcel Gois disse...

Kamila, pois eh! Fiquei triste também, muita injustiça. =/

Serginho, você mal sabe o que perde! hhahahahhaha =p e to esperando Sopranos viu?!

Vinícius, vi hoje o nono ep, mt bom tb acabou com um gancho enorme mas ainda q o Paul me deu de natal o decimo ep! =D algumas notas diferentes, mas nd mt diferente..

Hugo, concordo! Uma pena mesmo, esse cancelamento, adorava a série! E tb espero que tenha um final digno!

- cleber ! disse...

Olá ... que conhecidencia ... ahauahua * acabei de fazer algumas previsões para o oscar, é uma critica do seriado ... ahauha *

Bom, falando em Pushing Daisies, não sei bem ao certo, mais sinto algo de errado na serie, tão adorada por todos, consegui ver toda a primeira temporada, mais não senti aquela "magia" que a serie quis passar ... Parece meio que trabalho de Tim Burton mais que não funciona ao certo.

Hugo Bessa disse...

FEliz 2009 pra vc tb!! Muita sorte, saúde e sucesso.
E aproveitei pra rever o video da Kristin Chenoweth cantando. rs. Ela é demais.

Wally disse...

Quero muito ver esta série. Pushing Daisies aparenta ter tudo que venero nos cinemas. :)

Ciao!

Marcel Gois disse...

Cleber, eu estou gostando mais da segunda temporada, mas assim mesmo fui fisgado pela série desde o começo!

Hugo, concordo! Ela é demais mesmo, o melhor personagem na série é o dela!

Wally, a série é muito bacana; tudo bem que não é muito pop, mas quem disse q ser pop é sinonimo de coisa boa neh?! Só digo que vale muito a pena assistir PD!