!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

26 de outubro de 2008

Talking About Short Films #4

Seguindo uma sugestão do Pedro Henrique (Tudo é Crítica), assisti, há uns dias atrás, o curta que o Pablo Villaça (crítico do Cinema em Cena) escreveu e dirigiu: A_ética. A história em si até que é interessante, mas é muito mal desenvolvida e os dialogos soaram extremamente artificiais, além disso o recurso final que pende para o desfecho foi desnecessário, um artífício batido e que podia muito bem ter ficado fora da edição final. Mas ainda assim acho que vale uma conferida.

Sinopse: Um homem desperta num galpão abandonado e, confuso, descobre estar amarrado à cadeira. À sua frente, um desconhecido dá início a um estranho discurso sobre sua ética particular de trabalho até que a conversa assume um novo e tenso contexto.

"A_ética"





Direção e Roteiro: Pablo Villaça
Ano: 2008
Duração: 15 min
País: Brasil

Elenco:
Carlos Magno Ribeiro
Ílvio Amaral
Jota Dângelo

Ficha técnica:
Produção: Ioná Nogueira, Maurício Canguçu
Fotografia: Marco Aurélio Ribeiro
Montagem: Carlos Canela
Música: Felipe Fantoni, Márcio Brant
Figurinos: Ana Lima Souza
Assistente de Direção: Pedro Silveira
Assistente de Fotografia: Diogo Lisboa
Assistentes de Produção: Rafaella Fantauzzi, Euber Silva, Marcos China, Carlos Magno Ribeiro
Som Direto: Eduardo Teixeira
Design gráfico: Jeanne Oliveira
Still: Gabriel A. Karam
Continuísta: Pedro Silveira
Maquiagem: Freddy Mozart
Câmera: Marco Aurélio Ribeiro, Diogo Lisboa
Making of: Daniel Good God
Tradução: Bruno Carvalho

4 comentários:

Sérgio Déda disse...

Marcel... assisti faz alguns dias tb este curta do Pablo Vilaça... e como vc tb achei uma história pouco desenvolvida além de diálogos por muitas vezes artificiais e superficiais...

vlws

Kamila disse...

Da safra críticos brasileiros que se tornaram cineastas, prefiro o Kleber Mendonça Filho!!!

Pedro Henrique disse...

Ah, legal! Eu também achei fraco. O Pablo que se julga tão anti-clichê caiu no maior deles. Mas é isso, vale como guia de curiosidade. Abraço, Marcel!

Vinícius P. disse...

Para falar a verdade nem tenho curiosidade de ver esse curta, ainda mais depois de seus comentários. Mas quem sabe um dia...